Lula “fecha o corpo” para afastar o “fantasma da cadeia”, mas Justiça pode ordenar sua prisão em breve, diz portal

O ex-presidente Lula, condenado em segunda instância a 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, foi a Salvador (BA) na última semana e participou de um ritual indígena para “fechar o corpo”.

No entanto, a possibilidade de sua prisão ocorrer na próxima semana é real, já que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região teria agendado os procedimentos para autorizar a execução da sentença para a próxima segunda-feira, 26 de março, de acordo com informações do portal O Antagonista.

Lula participou do ritual para “fechar o corpo” após sua participação no Fórum Social Mundial, com o objetivo de “afugentar o fantasma da cadeia que o atormenta”, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Durante o ritual, Lula foi cercado por fumaça, com vários pajés entoando cânticos e balançando chocalhos para evitar a prisão. O efeito da tentativa de fuga da cadeia será posto à prova em breve: “O Antagonista acaba de confirmar com fontes do TRF-4 que o desembargador Gebran Neto colocará o último recurso de Lula em julgamento na segunda-feira 26”, diz a matéria.

“Como os embargos de declaração não alteram a sentença, a prisão do ex-presidente será confirmada e caberá a Sergio Moro a ordem final – que poderá sair no mesmo dia. Se o STF não melar, é claro”, conclui o texto, fazendo referência à tentativa de ministros do Supremo Tribunal Federal em revisar o precedente jurídico que permite a prisão de condenados em segunda instância.

Gospel +